fbpx

Max News

News & Events post

Conversas do Hangouts serão migradas para o Google Chat de graça em 2021

Google Chat manterá histórico do usuário, contatos e integração com o Gmail

Google anunciou, na última quinta-feira (15), que usuários e suas conversas do Hangouts serão migrados para uma versão gratuita do Google Chat ainda no primeiro semestre de 2021. A mudança faz parte do processo de encerramento do Hangouts e substituição pela plataforma de mensagens, que hoje é posicionada como uma alternativa a serviços como o Discord e o Slack.

Mesmo com a novidade, recursos tradicionais do Hangouts, como a integração com o Gmail, serão reaproveitados pelo Google Chat. Os usuários do serviço também terão acesso ao histórico de conversas e contatos, além de um app dedicado do Google Chat em substituição ao Hangouts.

Hangouts acaba em 2021 e será substituído pelo Google Chat — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Do ponto de vista da usabilidade, a ferramenta terá funções comuns do Hangouts, como suporte a conversas em grupo. No entanto, vai integrar novidades como emojis, sistema de buscas mais rápido e ferramentas superiores para colaboração em edição de arquivos via Internet usando o Google Docs. Além disso, o app vai oferecer novas funcionalidades de segurança, como proteção contra phishing.

O Google não definiu uma data final para que o processo de migração e, consequente, o encerramento do Hangouts seja realizado. A única informação oficial é de que os usuários poderão realizar a migração por conta própria em algum momento do primeiro semestre. De acordo com a empresa, mais informações a respeito de como realizar o processo serão divulgadas com antecedência.

Até que a migração dos usuários ocorra, o processo de encerramento do Hangouts deve se acelerar. Entre os primeiros passos, está o fim do suporte a chamadas por voz usando a ferramenta ainda neste mês. Em novembro, chamadas em grupo do Hangouts passam a ser gerenciadas pelo Google Meet.

Outros sinais do fim da linha para o serviço são mais mais específicos, como o fim do suporte a chamadas telefônicas em países da Europa e nos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco!